Compulsão por Doces - 8 Dicas Para Controlar a Sua Compulsão Por Doce


A compulsão por doces é um grande mal à saúde que pode acabar causando muitas doenças

Devemos ter cuidado para não adquirirmos o diabetes e obesidade, contudo, com os truques abaixo poderá controlar a compulsão por doces.

Sabemos o quanto é difícil resistir a um docinho delicioso depois de um dia cheio, depois de frustrações, quando nós mulheres estamos de TPM ou quando nos sentimos tristes ou contrariados, certo? O importante é que entenda que não está sozinho, muitas pessoas sofrem do mesmo problema.
O mundo contemporâneo e suas regrinhas acabam nos enviando para o funil de algum tipo de vício ou compulsão, dificilmente se consegue escapar do mecanismo. 

O tempo todo temos mensagens consumistas de que precisamos nos tratar bem, que o mundo precisa saber o quanto somos valiosos, geniais, interessantíssimos e em geral como não é uma verdade absoluta ficamos irritados com o feedback que recebemos.


Primeira questão é entender que para conduzir sua vida e suas decisões deve aprender a separar o que engole, sua dieta, dos sentimentos. Nos alimentamos para termos energia, para vivermos e não para resolvermos problemas emocionais, a comida não é suporte emocional.

Abaixo segue algumas dicas básicas, que tenho certeza, farão você finalmente resolver sua compulsão por doces e manter a dieta.

Anotações: Anote absolutamente tudo o que consome, pode dar trabalho, pode querer se enganar, mas a princípio será apenas para constatar o que consome normalmente, já a partir da segunda semana começará um outro processo;

Total Consumido: Na segunda etapa irá começar a verificar o total que consome, cada tipo de alimento e qual o tipo de compulsão, se é uma compulsão por doces, se é uma compulsão por salgados, frituras, ou algum tipo específico de alimento, enxergará friamente a sua dieta.

Eliminar tentações: A partir do momento que sabe o gatilho que destrói a sua dieta, veja que não estamos falando em gatilho emocional, mas sim em sabor, qual o alimento que mais consome e de forma inadequada. Passará a diminuir e até retirar de suas compras, dos seus armários e de suas opções, o alimento gatilho. É uma desintoxicação consciente.

Aumentando as opções: Ótimo eliminar o que faz mal, mas isso pode ser mantido por um período pequeno, porque sempre queremos sabores novos e deliciosos, então o que deve fazer é aumentar as suas opções. Parece absurdo, mas não é. Faça experimentos, busque alimentos saudáveis e pouco calóricos para substituir aqueles que foram abolidos, para cada um retirado de sua alimentação deverá introduzir pelo menos duas opções interessantes. Seja criativo, é o desafio.

Dominando a sua fome: É um fato, frituras e doces nos dão saciedade e felicidade momentânea. Agora que aboliu de sua dieta alimentos considerados deliciosos pelo seu paladar viciado é recomendado que não passe fome, não pule refeição. Jamais desperte o monstro adormecido, saiba que durante 24 meses após fazer as trocas de alimentos estará sujeito a cair em tentação.

Faça Listas: Antes de ir ao mercado, ao restaurante a uma lanchonete, faça uma lista exata do que pode comprar, consumir e suas quantidades. Não facilite. Você é um viciado!
Organização: Mantenha sua geladeira e armários organizados. Mantenha um estoque bacana de alimentos saudáveis e que podem salvar um momento de tentação ou fúria.

Válvula de escape: Sempre que sentir uma mudança radical de humor, faça uma caminhada antes de se alimentar, isso vai regular os seus hormônios.
COMENTE GOOGLE+
COMENTE BLOGGER

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2017 Dietas Regimes Obesidade