Obesidade Infantil - Saiba como evitar

Você realmente sabe como evitar a obesidade infantil? Saiba todos os truques para que seu filho não vire mais um obeso.


É no primeiro ano de vida que tudo pode ser evitado, o ganho de peso começa por pequenos hábitos que instalamos na rotina de nossos bebês. 
Essa doença já é considerada uma epidemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS), hoje a obesidade atinge 42 milhões de crianças com menos de 5 anos pelo mundo. Em nosso país a coisa não é muito diferente, segundo dados do Ministério da Saúde, o percentual de crianças de 5 a 9 anos acima do peso é de 15%.

A questão do sobrepeso é muito maior do que os números na balança, perder roupas, tem a questão de saúde e o emocional da criança que vai ser destruído. Como pai ou mãe jamais poderá se recusar a assumir a responsabilidade, pois é de pequeno que a doença começa a roubar a saúde e vida social de seu filho.


Não adianta falar que o importante é ter saúde, pessoas gordas ou obesas não conseguem manter a saúde por muitos anos, no caso de crianças obesas   os primeiros sintomas do desastre emocional é que ficam mais retraídas fora do ambiente acolhedor do lar. 

Na escola os colegas não os chamam para participar das brincadeiras. Quando os professores tentam de forma patética inserir a criança que sofre bullying dentro da rotina das demais a coisa fica feia, na frente as crianças finge que irão respeitar os diferentes, mas é só ficarem sozinhos para começar as provocações, xingamentos e em alguns casos até mesmo as agressões.

Se acha que estou exagerando, digo, fui uma criança obesa, na adolescência vivi os dois lados o da vida normal, sem obesidade e com a maldita doença, sei do que falo. Não há retorno, o que no máximo fazemos é juntar nossos cacos e continuar a sobreviver, nunca mais acreditamos na bondade humana, nas pessoas, a nossa estima passa a não existir e muitas outras questões. 

Ainda acha que é bobagem e vai continuar a fechar os olhos para a forma como a família lida com a alimentação e arriscar a saúde emocional, além da física dos seus filhos?

 Dicas de Como Evitar a Obesidade Infantil

 

Dois fatores são preponderantes na questão da obesidade infantil, genética e hábitos alimentares.

1 - Amamente seu filho


 O aleitamento materno evita que a criança sofra de obesidade, protege contra várias doenças, é muito mais econômico, saudável para mães e filhos

2 - Leve a sério as instruções do pediatra


Lembre-se o seu pediatra estudou e continua estudando para que possa indicar o que há de melhor para seus pacientes, não existe necessidade nenhuma de contrabando na alimentação, muito menos na do bebê. Até os seis meses de idade somente aleitamento materno, mas se por algum motivo houver a necessidade de complementação ou suspensão da amamentação, siga rigorosamente os procedimentos informados e prescritos pelo médico.

3 - Entenda até onde vai a influência da genética


Se apenas um dos pais for obeso a propensão genética influenciará  em 40%, se for os dois subirá para 80%, mas somente 50% das crianças obesas são filhos de pai ou pais obesos. Os outros 50% são fruto de má alimentação e hábitos nada saudáveis. Veja onde seus filhos se enquadram e busque auxílio de um nutrólogo logo de início, fazer uma dieta de manutenção é muito mais eficiente do que ter que fazer uma dieta de restrição alimentar.

4 - Na gravidez evite se alimentar em excesso

O excesso de alimento durante a gravidez, falta de comprometimento com a saúde é tudo o que não deve ocorrer, quem se alimenta de forma desordenada quando grávida, tem mais propensão para ter azia, câimbras, diabetes, hipertensão, obesidade na gravides, varizes, depressão e o pior, bebês imensos, que longe de ser sinal de saúde significa bebês com síndrome diabéticas, com tendência a obesidade, digestão difícil, muito nervosos e funções motoras comprometidas. Ainda acha que comer por dois é o certo?

5 - Saiba que crianças e adultos precisam de rotina

A rotina é fundamental para dar estabilidade à criança, bebês precisam e gostam de repetições, eles ficam mais seguros quando sabem exatamente o que irá ocorrer no próximo momento , pois a memória se desenvolve muito cedo, isto se chama rotina, algo fundamental. Tenha rotina na alimentação e na agenda diária, isto não quer dizer manter uma vida monótona, as novidades devem ser introduzidas uma por vez e cabe aos pais esta responsabilidade. Trabalhe os hábitos saudáveis e seu filho agradecerá para sempre.

6 - Evite viciar o paladar da criança


É quando seu filho é bebê o melhor momento de ensiná-lo a curtir saladas, frutas, legumes e alimentos saudáveis. Se quando os hábitos estão se formando der alimentos gordurosos, frituras, doces, alimentos industrializados, lanches de fast-food, dificilmente quando for mais velho conseguirá eliminar os vícios introduzidos na mais tenra idade.

7 - Não faça nem aceite chantagem na hora da refeição

Sem barganhas, sem chantagens e sem problemas alimentares. Evite dar alimentos fora de hora, ô hábito que é introduzido por pais e mães que estão ocupados e trocam os petiscos por uns minutinhos de sossego. Se seu filho não quiser comer tudo, não force, mas também deixe claro que terá que esperar até o horário da próxima refeição e lembre-se de manter a sua palavra.

8 - Pasmem, a TV engorda nossos filhos


Estudos mostram que crianças que assistem muita TV, jogam vídeo game em excesso ou ficam horas a fio no computador, estão cada dia mais gordas. É fato, para não engordar ou perder peso é preciso queimar as calorias ingeridas e como isto será possível com hábitos sedentários instalados? Seja firme e coloque limites diários, no máximo de duas a três horas entre TV, Vídeo game e computador, no mais faça com que ele aproveite a vida.
 

9 - Ter um animal de estimação é uma forma combater a obesidade


 Animais nos dão carinho (aumentam a autoestima) e amor incondicional (evitam a ansiedade e a depressão), mas em troca nos obrigam a ter uma rotina forte. Desde cuidar dos equipamentos como pratos, caminha/casinha, alimentação e passeios são as responsabilidades mínimas de quem tem um cãozinho. Crianças sedentárias passam a ter que passear todos os dias, irão caminhar, terão uma boa companhia, terão alguém que depende delas, mas lembre-se que devem ser sempre supervisionadas.
Animais não são brinquedos e vivem em média de 10 a 15 anos.

 10 - Os filhos reproduzem os hábitos dos pais


Sim, até os 10 anos de idade seus filhos refletem suas maiores influências, que são esmagadoramente o que vivem com os pais. Após esta idade os amigos, ídolos e mundo externo passam a ter muito mais peso. Todos os hábitos que normalmente abominamos em nossos filhos se pensarmos com calma veremos que são os que também possuímos, as vezes até de forma velada, mas são nossos. Filhos são espelhos, então se tiver bons hábitos, for uma fonte positiva de inspiração, só deixarão os problemas bem longe de sua família. Pense nisso antes de encher a geladeira de cerveja, petiscos e biscoitos.

Acreditamos que com essas dicas você poderá decidir como quer ver seu filho crescer, nunca é cedo ou tarde demais para iniciar uma dieta.

Fontes: Revista saúde e Crescer




COMENTE GOOGLE+
COMENTE BLOGGER

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2017 Dietas Regimes Obesidade